Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio

Valdirene Fiorentino da Silva, 35, acusada de encomendar a morte do próprio marido, José Pereira Barreto, 38, foi transferida na tarde desta quarta-feira (20/2) para o presídio feminino de Jateí, distante 90km de Dourados.

Ela estava em uma das celas do 1º Distrito Policial desde o dia 13 de fevereiro, quando ocorreu o atentado.

Além de Valdirene, outras seis pessoas são suspeitas de envolvimento no crime e já foram transferidos à PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

São eles Pedro Jorge Braga Câncio Júnior, que seria suposto amante da mulher, Charles Barros de Lima Ribeiro, 21, e João Alves Cardoso, 26, apontados como contratados para matar o homem, Paulo Vitor dos Santos, 32, David Jonathan dos Santos, 29, e Leandro Alves Gonçalves, 32, responsáveis por repassar o dinheiro à dupla.

O CASO

Barreto acabou ferido no final da tarde de quarta-feira passada no cruzamento das ruas Cuiabá e Mato Grosso, região do Jardim Santo André, em Dourados.

Os tiros atingiram a região do tórax da vítima, que seguia numa GM S-10.

Após o atentado, o empresário proprietário da Eurotur Turismo, perdeu o controle da direção e bateu contra um veículo Ford/Ka.

No veículo da vítima os policiais encontraram R$ 63.605 em dinheiro.

O homem chegou a ser autuado em flagrante por posse e porte ilegal de arma de fogo mesmo internado, porém, a defesa conseguiu o Habeas Corpus.

Douradosnews

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here